notícias | Test-drive

30/10/2017

Testamos o Nissan March automático

Cinco anos após a sua chegada ao mercado nacional o Nissan March enfim ganhou a opção de câmbio automático CVT e ficou mais atrativo. No test-drive do Motor+ nesse mês, andamos com o SL 1.6 CVT, cujo preço fica na casa dos R$ 59 mil.

O visual externo segue o mesmo com a bem caracterizada dianteira alta, curvilínea e os faróis grandes e arredondados que dão robustez ao carro. Máscara negra nos faróis e lanternas, maçanetas e nichos dos faróis de neblina cromados, aerofólio e rodas diamantadas de 16 polegadas são exclusividades da versão mais cara. Na traseira tudo segue como antes.


Antes de falarmos do que mais interessa na avaliação que fizemos (a transmissão CVT), vale destacar alguns pontos do interior do carro.
A lista de equipamentos de série da versão SL contempla: ar digital automático, direção, vidros, travas e retrovisores elétricos, volante multifuncional, faróis de neblina, ajustes de altura do banco do motorista, alarme, além dos obrigatórios freios ABS e airbags frontais. No painel a parte central vem com acabamento em black piano e algumas faixas que imitam aço escovado.


A central multimídia Nissan Multi-App é uma das mais fáceis de se operar. Bastante intuitiva com leves toques na tela de 6,2 polegadas, que traz entradas USB/AUX, Bluetooth, navegador GPS, câmera de ré e acesso à Internet com conexão WiFi pela plataforma Android, que permite ainda o download de aplicativos compatíveis.

 

Transmissão de repostas rápidas e eficientes

Mas o que chama a atenção no nosso test-drive é a nova transmissão CVT que equipe o hatch. O câmbio trabalha com suavidade, sem os típicos trancos dos automáticos convencionais. Essa suavidade é uma característica do CVT pois ele não tem relações definidas de marchas.  As respostas do câmbio são rápidas. Usamos muito a função overdrive que eleva o giro do motor como um modo Sport.


Lembrando que o novo câmbio foi desenvolvido pela Nissan exclusivamente para os compactos March e Versa, e não é o mesmo do Sentra e Altima. A transmissão também ajuda no consumo, afinal esse também é um dos objetivos.  No nosso teste com gasolina, tivemos as melhores médias com 11,5 cidade e 15,8 km/l na rodovia, onde aliás o March surpreende positivamente pela rolagem e baixo nível de ruído, embora seja um compacto.


Impressões finais

O March tem um custo-benefício muito interessante, mas não serve para quem pensa em tê-lo como carro da família, pois acomoda bem somente quatro pessoas. Muitos filhos e bagagens lhe trarão dificuldades.

 

Ficha Técnica

Nissan March 1.6 SL CVT
Preço:
R$ 58.990
Motor:
flex, diant., transv., 4 cil., 1.598 cm3, 16V, 111 cv a 5.600 rpm, 15,1 mkgf a 4.000 rpm
Câmbio:
automático CVT (continuamente variável), tração dianteira
Suspensão:
McPherson (diant.) e eixo de torção (tras.)
Freios:
discos ventilados (diant.) e tambor (tras.)
Rodas e pneus:
liga leve, 185/55 R16
Dimensões:
comprimento, 382,7 cm; largura, 167,5 cm; altura, 152,8; entre-eixos, 245 cm; peso, 999 kg; porta-malas, 265 l; tanque de combustível, 41 l

Outras notícias

Hilux  Expedition volta a Ribeirão 05/10/2017Hilux Expedition volta a Ribeirão

No próximo dia 21, Ribeirão Preto receberá uma das etapas do Hilux Expediton. O rali de regularidade promovido pela Toyota desde 2004, permitirá a clientes da marca colocar...

leia mais
Testamos a Nova Nissan Frontier 20/07/2017Testamos a Nova Nissan Frontier

Que as picapes estão cada vez mais com cara de automóveis de luxo com caçamba, não é mais uma novidade e dentro desse conceito a nova Nissan Frontier aposta alto em ...

leia mais

Assine nossa Newsletter

E fique por dentro de tudo sobre o setor automotivo.