notícias | Test-drive

21/06/2018

Teste: XC 40 é bonito e bem equipado

A Volvo tem muitos motivos para acreditar que pode de fato aumentar em cerca de 70% as suas vendas no Brasil. A fabricante deverá saltar de 3.500 unidades vendidas em 2017 para 6 mil unidades neste ano.  A razão de tanto otimismo se baseia no excelente XC40 lançado recentemente no Brasil, e cujos atributos o Motor+ pôde conferir de perto nesse test-drive especial de junho com a versão R-Design (topo de linha). O design do carro é encantador e praticamente uma unanimidade. O modelo traz algumas características dos irmãos maiores. A dianteira, por exemplo, lembra a do XC60 e XC90 e os faróis são 100% led com a luz diurna em formato de "T" (do Martelo de Thor) desde a versão de entrada. O capô tem três vincos bem marcados, que acompanham toda a carroceira. No modelo que avaliamos, o XC40 oferece diferentes opções de cor do teto e rack de alumínio.

As rodas são de liga leve de 20 polegadas. A traseira segue o mesmo estilo de outros utilitários da marca, com lanternas de led que invadem a carroceria. No tamanho, o XC40 é maior que o Audi Q3 e tem as mesmas medidas do BMW X1.
São 2,70 metros de entre-eixos, com bom espaço interno, inclusive atrás. O teto solar panorâmico e elétrico também ajuda a dar uma sensação de maior amplitude. O porta-malas comporta 460 litros, com abertura e fechamento elétrico. Por dentro o carro é um show a parte em termos de luxo e acabamento. Com destaque para a central multimidia que lembra um tablet, com 12,3 polegadas, tela LCD sensível ao toque de 9 polegadas com Apple CarPlay e Android Auto.

 

 


Com anda o XC40

Durante 10 dias sentimos como anda o XC40. Ele tem rodar suave, graças a boa calibragem da suspensão. Rodamos na cidade e na estrada. O SUV tem comportamento exemplar tanto em trechos mais travados como na rodovia. A versão que dirigimos, a T5 R-Design, tem motor 2.0 bem moderno. Graças à injeção direta e ao turbocompressor, o quatro cilindros gera 252 cv de potência e 35,7 kgfm, força já disponível a partir dos 1.800 rpm e enviadas para às quatro rodas do carro, com ajuda do bom câmbio automático de oito velocidades.


O XC40 T5 tem um desempenho bom, especialmente no modo esportivo (Dynamic) de condução. No confortável, as respostas demoram um pouco, porque o motor trabalha em rotação mais baixa, e com menor pressão na turbina. No seletor de modos de condução são cinco possíveis configurações, que alteram a resposta do motor, a agilidade de troca de marchas, o ajuste de direção e até as resposta dos freios.


A suspensão é independente nas quatro rodas e filtra bem as imperfeições do piso. A direção tem respostas rápidas, o que dá a sensação de o carro ser extremamente leve e menor. O que ajuda nessa impressão também é o tamanho do volante, pequeno. Outro ponto positivo: o SUV é extremamente silencioso. O novo SUV da Volvo fez o zero a 100 km/h em 7,6 segundos.

 

Sistema semiautônomo

Na estrada pudemos usar e conhecer bem o sistema semiautônomo de condução que é item de série na versão R-Design, mas custa R$ 5 mil nas demais. O recurso monitora a permanência na faixa de rodagem, faz correção automática e traz controle de cruzeiro adaptativo (freia sozinho dependendo do tráfego à frente).
Interessante também o outro recurso que ajuda a evitar colisões com veículos que se aproximem vindos da pista contrária.  Sempre é bom lembrar que por lei, não é permitido tirar as mãos do volante ou checar o celular enquanto dirige. A própria Volvo diz que o sistema não é autônomo e não é 100% confiável. Mas vale desfrutar dele sempre que possível.

 


Consumo

Quando o assunto é consumo de combustível, o XC40 fez 8,5 km/l na cidade e 10,8 km/l na estrada com gasolina, o único combustível possível para esse carro.

 

Ficha Técnica

Motor: Transversal, 4 cilindros em linha, 16V, turbo e compressor mecânico, injeção direta a gasolina
Potência: 252 cv a 5.500 rpm
Torque:  35,7 kgfm a 1.800 rpm
Câmbio: Automático de oito marchas; tração integral
Direção: Elétrica
Suspensão: Independente McPherson na frente e multilink atrás
Pneus: 245/45 R20
Dimensões: comp. 4,42 metros; larg. 2,03 metros; alt. 1,65 metros; entre-eixos.2,70 metros
Tanque: 54 litros
Porta-malas: 460 litros (fabricante)
Peso: 1.762 kg

 

Outras notícias

Testamos o Nissan March automático 30/10/2017 Testamos o Nissan March automático

Cinco anos após a sua chegada ao mercado nacional o Nissan March enfim ganhou a opção de câmbio automático CVT e ficou mais atrativo. No test-drive do Motor+ nesse m...

leia mais
Hilux  Expedition volta a Ribeirão 05/10/2017 Hilux Expedition volta a Ribeirão

No próximo dia 21, Ribeirão Preto receberá uma das etapas do Hilux Expediton. O rali de regularidade promovido pela Toyota desde 2004, permitirá a clientes da marca colocar...

leia mais
Testamos a Nova Nissan Frontier 20/07/2017 Testamos a Nova Nissan Frontier

Que as picapes estão cada vez mais com cara de automóveis de luxo com caçamba, não é mais uma novidade e dentro desse conceito a nova Nissan Frontier aposta alto em ...

leia mais

Assine nossa Newsletter

E fique por dentro de tudo sobre o setor automotivo.